Marta

Conteúdo adicionado no dia 19/10/2016.

Fotografar para mim é uma forma de poesia que faço com o olhar e esse foi o caminho que encontrei para me expressar. Também coloco em prática meu lado detalhista, busco imagens simples mas,com significado,uma mensagem para passar no instante do click da câmera.E independente de alguma dificuldade da baixa visão,nesse momento tudo é perfeito e,eu amo muito tudo isso.

Tenho glaucoma em estado avançado nas duas vistas,meu CID é 54.0 e meu oftalmo diz que isso significa cegueira total e que tenho apenas um ótimo resíduo visual,apenas isso.Não tenho chance com cirurgia nem auxílio óptico além dos meus óculos. e dos 3 colírios que uso regularmente e religiosamente.

Quando fiquei sabendo de tudo isso,pensei que minha vida tinha acabado,passei por meu tempo de luto,me reinventei e hoje sei que acabou mesmo, vivo em um outro tempo, em uma outra energia,uma nova vida. Estou mais atenta tanto em relação aos meus sentimentos, á minha maneira de ver a vida, as pessoas e as coisas que me rodeiam. Devo tudo isso a arte da fotografia da qual aprendo todos os dias, e isso me dá um prazer imenso.