Cláudia Andujar

Conteúdo adicionado no dia 10/10/2014.

Claudia Andujar ultrapassou os limites da fotografia documental e envolveu-se de corpo e alma com a causa indígena desde a década de 70, quando passou a usar as imagens do seu convívio com os Yanomami como instrumento de luta pela preservação da cultura , focando no reconhecimento de suas terras, pelo Estado Brasileiro. Foi uma das fundadoras da Comissão pela Criação do Parque Yanomami em 1978. Claudia, em sua procura interior, leva para suas fotografias a compreensão, a angústia dos indígenas. Seus enquadramentos e a sua intuição, conduzem a uma incessante busca pelo entendimento e diálogo.

Para fazer um trabalho autoral Claudia passou um longo período nas aldeias e, por despeito, demorou dois anos antes de saber como transcrever em imagens o que observou e sentiu. Assim compartilhou e nos ajudou a compreender melhor a cultura Yanomami.

Por esse engajamento ético e profunda sensibilidade estética com os Yanomami, ela tornou-se referência fundamental para inspirar os fotógrafos contemporâneos.

João Kulcsár – Curador